Buscar

Enzo Mari, do autoprojeto à Muji

"O design só é design se comunica conhecimento."

Esta frase do designer italiano Enzo Mari explica muito de suas convicções.

Trabalhou com marcas italianas famosas para produção de peças que se tornaram ícones.

A bandeja Putrella, o puzzle de animais e a cadeira Delfina são algumas de suas criações mais famosas.


Sua visão sobre seu oficio de designer também era admirável. Indo contra alguns preceitos da indústria, acreditava que o bom design deveria ser difundido democraticamente para todos, independentemente de gerar lucro ou não.


Lançou, em 1974, o livro Autoprogettazione (algo como autoprojeto em italiano) que era um guia instrucional para autoconstrução de móveis de maneira muito fácil. Com tábuas, um martelo e pregos, era possível construir qualquer um dos móveis que ele desenhou especialmente para esta publicação. Uma abordagem muito moderna de design.



Nesta minha breve pesquisa, descobri algo muito interessante sobre uma parceria do designer.

A Muji é uma marca japonesa que faz móveis e acessórios muito bonitos, simples em sua forma e tecnicamente eficientes em sua produção. Sou fã deles. Em 2001, houve uma parceria entre a marca e Enzo para a criação de uma linha de produtos.

A linha infelizmente não chegou a ser produzida para venda e há poucos registros dos projetos. Mas a relação continuou, resultando em uma exposição no atelier Muji sobre seu trabalho; uma forma de difundir suas ideias sobre design para o público japonês.


Na exibição foram expostas duas das mesas que ele projetou para a Muji.


Enzo Mari nos deixou ontem, 19.12.2020 aos 88 anos. Deixou também uma extensa obra que merece ser estudada por quem é da área do design.


Ps.: para mais conteúdo sobre estes assuntos, assine a newsletter no fim desta página.


29 visualizações